Odontologia

A Odontologia é a especialidade responsável pela saúde oral dos cães e gatos, ou seja, prevenção de doenças relacionadas aos dentes e cavidade oral.

A manutenção de uma saúde oral é fundamental para prevenção de outros focos de doença pelo corpo. Hoje as alterações odontológicas são encaradas como doença e devem ser tratadas ou prevenidas. É sabido que uma boa condição oral em cães e gatos aumenta a expectativa de vidas dos pacientes, já que infecção na boca pode gerar infeção em outros órgãos, como fígado, rins, coração, intestino, olhos e narinas. Além disso, dor em região de dentes, gengivas ou presença de tumores orais podem gerar anorexia, diminuição da ingestão de água, apatia e até mesmo agressividade em alguns pacientes.

Precisa marcar uma consulta com o especialista?
Você pode marcar sua consulta com o veterinário odontologista agora mesmo.

A halitose ou mal hálito é um dos principais sinais que fazem com que os tutores busquem ajuda especializada mas sabemos que nesse momento a doença odontológica já está em estágio moderado ou avançado. Outras causas de procura ao médico veterinário é dor ao mastigar ração seca ou brinquedos ou na manipulação da cavidade oral e salivação excessiva, também indicando um estágio mais avançado da doença. Existem outras alterações que podem ser devido a doença oral mas que muitas vezes não são correlacionadas a isso, demorando a procura por atendimento especializado, como secreção nasal, espirros, lesões ulceradas abaixo do olho, relutância em se alimentar de petiscos ou ração seca ou diminuição das brincadeiras com bolinhas ou outros objetos. O diagnóstico precoce e o acompanhamento da saúde oral com frequência faz com que as doenças sejam diagnosticadas e tratadas precocemente, com o mínimo de complicações ao paciente.

É possível sim realizar a prevenção dos problemas odontológicos, através de tratamentos de limpeza frequentes, uso de produtos veterinários específicos, escovação dentária. O tratamento pode e deve ser feito em qualquer idade, inclusive nos pacientes idosos, mediante realização de exames complementares (como exame de sangue, urina,  ecocardiografia, eletrocardiografia, etc).

Quais são os pacientes que mais apresentam problemas odontológicos?

Cães de Raça

Os cães de raça como Yorkshire, Schnauzer, Poodle, Pinscher são mais predispostos a acúmulo de cálculo dental (tártaro).

Pacientes braquicefálicos
Idade avançada
Pacientes com alimentação pastosa ou caseira
Pacientes que roem objetos

Quais são os principais sinais de alterações odontológicas?

Seu animal poderá apresentar um ou mais sinais associados.
  • Halitose (mal hálito)
  • Dor ao mastigar
  • Salivação excessiva
  • Aumento de volume em cavidade oral
  • Presença de ulcerações em boca, lábios, línguas ou feridas próximo a região dos olhos
  • Perda de dentes ou dentes amolecidos
  • Relutância em comer ração seca ou duro, preferindo as comidas caseiras ou pastosas
  • Relutância em ir ao pote de comida ou água, mesmo demonstrando fome ou sede
  • Secreção nasal em uma ou ambas as narinas
  • Relutância em abrir a boca
  • Não permitir mexer na boca
  • Alteração de comportamento, tornando-se mais agressivo, apático ou isolando-se
  • Perda de peso e desidratação
  • Sangramento em cavidade oral
  • Presença de dentes de leite juntamente com dentes definitivos em pacientes acima de 8 meses de idade
  • Não erupção dos dentes de leite ou definitivos

Quais são as principais doenças odontológicos encontradas?

  • Doença Periodontal (grau 1, 2, 3 e 4), que inclui depósito de tártaro sobre os dentes, retração de gengiva, mal hálito, exposição de raiz dentária e osso da mandíbula ou maxila, dentes ausentes ou amolecidos, reabsorção óssea de maxila e mandíbula, infecção bacteriana intensa na boca.
  • Persistência de dentes de leite
  • Trauma no dente
  • Fraturas de dentes, mandíbula e maxila
  • Prognatismo e Agnatismo
  • Fístulas em pele decorrente de lesão grave em dentes
  • Secreção nasal e espirros
  • Lesão de reabsorção odontoclástica felina
  • Complexo Gengivite Estomatite em Gatos
  • Hipersensibilidade bacteriana em gengivas
  • Exposição de canal em dentes fraturados
  • Neoplasias orais
×
Fale conosco pelo WhatsApp clicando no botão abaixo.