fbpx

Ortopedia

O Hospital Veterinário Animal Clinic oferece atendimento e acompanhamento em ortopedia. Os casos atendidos na especialidade podem ser dos mais simples, como a luxação de patela, até os mais complexos, como procedimentos cirúrgicos na coluna vertebral e a correção de desvios angulares.

Um ortopedista veterinário deve ser procurado quando forem percebidos sintomas como a claudicação (mancar), dificuldade de locomoção, aumento de volume em membros e até mesmo a paralisia dos mesmos. Traumas, muitas vezes provocados por quedas e atropelamentos, também exigem uma avaliação minuciosa. A instituição conta com uma infraestrutura moderna à disposição dos pacientes que necessitam de cuidados nessa área.

Precisa marcar uma consulta com o especialista?
Você pode marcar sua consulta com o veterinário ortopedista agora mesmo.

Com grandes chances de sofrerem com uma fratura por conta da rotina movimentada e repleta de brincadeiras, existem algumas características que podem contribuir para o surgimento de problemas ortopédicos em cães e gatos.  No caso dos cachorros, por exemplo, porte, raça e idade podem ser determinantes.

Cães de grande porte, como pastor alemão e labrador, podem ter displasia coxofemoral – que facilita o desenvolvimento de problemas na região dos quadris. Já as raças menores, como poodle e yorkshire, têm probabilidade maior de luxações na patela e necrose asséptica na cabeça do fêmur.

Independentemente do porte ou da raça, qualquer cachorro ou gato de idade avançada ou peso acima do indicado também pode ser tornar um paciente da ortopedia veterinária. A equipe do Hospital Veterinário Animal Clinic está preparada para auxiliar seu pet diante de qualquer necessidade nessa especialidade.

Quais são os pacientes que mais apresentam problemas ortopédicos?

Cães de Raça

Os cães de raça mais predispostos são: yorkshire, poodle, labrador, golden retriever, rotweiller, pastor alemão, bulldog inglês.

Idade avançada
Cães de grande porte
Obesidade

Quais são os principais sinais de alterações ósseas?

  • Claudicação (manqueira)
  • Ficar deitado e não querer levantar-se
  • Dor ao manipular ou andar
  • Aumento de volume em algum osso
  • Diminuição de atividade física
  • Lamber a pata excessivamente na mesma região
  • Andar rebolando
  • Andar com a cauda baixa
  • Fratura exposta
  • Dor em períodos de frio

Quais são as principais doenças ortopédicas encontradas?

  • Displasia coxo-femoral e de cotovelo: congênitos ou adquiridos, esses problemas costumam afetar mais os cães de grande porte, causando grande dificuldade de locomoção e dor ao animal. Tal situação pode ser amenizada e tratada pelos profissionais da especialidade (por meio de cirurgias ortopédicas, em grande parte dos casos).
  • Artrose ou artrites: o envelhecimento do pet provoca uma série de mudanças nas suas estruturas, prejudicando, principalmente, a degeneração de suas articulações – fator que aumenta as chances de traumas, entre outros problemas ortopédicos.
  • Hérnia de disco: problemas sérios de coluna como o da hérnia de disco – que causa dores agudas e a impossibilidade do animal em se locomover de maneira normal, afetando, até mesmo, seu apetite e o ato de urinar e defecar – são tratadas por meio de cirurgias ortopédicas de coluna.
  • Luxação patelar: a luxação da patela do joelho do animal também costuma ser tratada por meio de uma cirurgia ortopédica o mais breve possível após seu diagnóstico, obtendo resultados bastante positivos – podendo, ainda, ser tratada de maneira clínica quando detectada com pouca gravidade.
  • Ruptura de ligamento cruzado cranial: geralmente, causadas por trauma, excesso de força sobre a articulação do joelho ou pela obesidade, rupturas de ligamento também são tratadas com cirurgias, na maioria dos casos, sendo que, assim como nos demais casos que requerem procedimentos cirúrgicos, necessita do apoio de sessões de fisioterapia veterinária no período pós-operatório (e no pré-operatório também, dependendo do caso).
  • Fraturas: quedas, batidas, brigas entre animais, atropelamentos e mais uma série de pequenos acidentes podem causar fraturas e traumas maiores nos animais, podendo, dessa forma, resultar em torções e ossos quebrados, entre outras complicações de responsabilidade do ortopedista veterinário.
×
Fale conosco pelo WhatsApp clicando no botão abaixo.